HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Segundo Congresso de Mulheres 2017 | A Protegida

Segundo Congresso de Mulheres 2017 | A Protegida

 

Na sexta-feira (8), às 19h, começou a segunda parte do ‘Congresso de Mulheres 2017: A Protegida’. A banda da COM12 abriu a noite com muito louvor e adoração fazendo com que as mulheres cantassem e dançassem  na presença do Rei.

Para dar início a programação, a COMArtes, núcleo artístico formado por jovens da igreja, encenou a história de Raabe. Uma produção de excelência que contou com mais de 30 atores e muitos dias de ensaio para transmitir as mulheres presentes no Congresso, a história de fé de Raabe e como ela deixou a vida da prostituição e conseguiu, juntamente com sua família se tornar uma protegida através do sangue de Jesus.

 

Para fechar a noite no primeiro dia da segunda parte do Congresso, a Apóstola Niara declarou que milagres iriam acontecer durante esses dias e que Deus já mostrou sinais de que esse Congresso ficará marcado na vida das mulheres de Salvador. A Apóstola também ressaltou pontos fortes da história de Raabe, um deles foi o desprendimento. A jovem precisou se desprender da vida errada de prostituta e ela precisou ser forte ao ser criticada pelas amigas e pelos próprios pais ao acreditar em um Deus que ela nem conhecia. Raabe também foi ousada ao esconder os espiãs, servos do Senhor em sua casa, e teve fé para crer na palavra deles e colocar o fio de Escarlate em sua janela. “Para viver a promessa da sua vida você vai ter que se desprender de algumas coisas. Às vezes é aquilo que você mais gosta”, revelou a Apóstola Niara. Ela revelou que, em um momento de oração na sua casa, Deus revelou a palavra de  Josué 5 -  14. “Respondeu ele: Não; mas venho agora como príncipe do exército do Senhor. Então Josué, prostrando-se com o rosto em terra, o adorou …”. A pastora declarou que é chegada a hora, o Príncipe do exército do Senhor chegou para mudar a história das mulheres. “Jesus me falou através dessa passagem que Ele chegou, que Ele ouviu nosso clamor, Ele viu nosso jejum, Ele viu nossas idas ao monte e nossas orações nos lares. O Príncipe do exército do Senhor chegou!!!!”.

 

As mulheres foram para casa com as forças renovadas e prontas para receber mais de Deus.

 

Segundo dia

 

No sábado, 9, o Congresso começou às 8h30 e só terminou as 21h. Foi o dia inteiro de ministrações, louvores e aprendizado que valeu a pena. Camila Vitória, 23, veio de Aracaju com a mãe e a tia para participar do Congresso e se sentiu transformada. ” Está sendo lindo, foi poderoso, uma atmosfera incrível, todas as ministrações casaram perfeitamente e tocaram bem no fundo do coração, eu literalmente senti a presença do Espírito Santo, fui bastante ministrada”.

 

Na manhã do sábado, a primeira a pregar foi a Dra. Ilma Cunha, pastora autora do Livro: ‘FAMÍLIA – Lugar de Refúgio ou Campo de Batalha?’ Teóloga, Psicanalista e Terapeuta Familiar. Ela deu início a ministração falando do amor. Que o amor é essencial para a vida, sem ele as pessoas vivem cada dia menos e por isso, as doenças da alma estão em ascensão hoje, por causa da falta do amor. “Os profissionais tratam os sintomas, não a origem da doença: a falta do amor. Quando falta o amor para proteger a alma o corpo fica vulnerável”.

 

O alimento essencial da alma é o amor. É ele que protege os relacionamento. Sem amor família é apenas um ajuntamento de pessoas na mesma casa e Deus fez a família com o objetivo de ser uma colônia dos céus na terra.

É preciso resgatar o amor que é essencial para  ajudar a caminhar nesse mundo com propósito. E quando se fala de amor, se fala de Deus, porque Deus é amor!

 

Em seguida, a Pastora Ilma chamou o marido Celso, que além de pastor, é cantor e poeta. Ele cantou uma música de amor escrita para sua musa inspiradora, sua esposa há 49 anos. “É o amor! É amor! Divino dom expresso, em forma de calor. Despertou em minha vida o verdadeiro amor “.

 

Na sequência, a preletora continuou a falar do amor de Jesus. ”A fonte do amor é uma pessoa, é Jesus”. Ela explicou que Jesus veio como homem para nos salvar e como humano ele também já passou por todos os sentimentos que passamos: raiva, traição, humilhação, desprezo, dor e muitas outros. O único sentimento que Jesus não sentiu foi a culpa, pois Ele nunca pecou, ao contrário, Ele levou toda nossa culpa. Sendo assim, a proteção já está posta sobre nós, só basta aceitarmos.  “As mulheres precisam se tornar agentes de transformação, pois nossa herança é do Senhor”.

 

A pastora explicou que para se tornar uma protegida a mulher precisa tomar decisões. Decidir por Jesus, decidir perdoar e decidir olhar para frente. No final de sua pregação, ela chamou as mulheres a frente para orar. Convocou as mulheres a escolherem a Deus, para se tornarem protegidas e quebrar as correntes que causam dor e serem curadas pelo Amor de Jesus. “Mulheres curadas demonstram amor”.

 

A segunda pregadora do dia veio de Dallas, no Texas. Pastora Trina Titus, filha de Devi Titus. A pastora usou como base para sua pregação Hebreus 11.6 “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam”. Ela contou o testemunho de sua família. Aos 4 anos seu neto não dizia uma palavra. Não falava nada, só ruídos e gemidos. Até que Deus enviou uma mulher no tempo certo, na hora certa para ministrar na vida dele, uma brasileira que não falava inglês e mesmo assim orou por ele. No final da oração ela olhou nos olhos dele e falou: Aleluia, em seguida, o menininho que nunca havia falado repetiu: Aleluia. “Eu não sabia quando ele ia ser curado ou como isso ia acontecer, mas eu tinha certeza que um dia o milagre ia chegar porque eu sou uma mulher de fé”, declarou Trina.

 

É impossível agradar a Deus se você não crer. É preciso ter fé e crer que toda sua vida está nas mãos Dele. Sua família não é sua, é de Deus. Sua casa não é sua, é de Deus. Seu carro não é seu, é de Deus. Tudo precisa estar nas mãos de Deus. Outro exemplo de fé que a pastora lembrou, foi na fornalha. Sadraque, Mesaque e Abede-nego não estavam sozinhos ali, eram quatro porque Jesus também estava presente. Ele não precisou apagar o fogo porque Ele é Senhor acima do fogo. Ele salva seus filhos no fogo ou fora do fogo. “Nada pode te intimidar mulher porque existe um Deus e o nome dele é Jesus. Não temas porque Eu estou contigo, é isso o que Seu pai diz sobre você”.

 

Isaías 41 -  10. “não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”.

 

Na hora da tempestade lembre que você não está só. É normal quando acontece alguma situação ruim, a primeira reação ser o medo. Mas, a partir do momento que você deixa aquela voz ficar se repetindo na sua cabeça, você permite dar voz ao medo, o Diabo ganha espaço e o espírito do medo habita em você. A mentira não tem poder até que ela seja crida. “Você não pode aceitar o medo. Você não é vítima de suas emoções.  A Morte não é o fim da história. O final da história é sempre a vitória. Não importa o que aconteça, os filhos de Deus serão vitoriosos”.

 

1 Pedro 5 -  6. “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte”.

 

O Apóstolo Milton Ebenezer, anfitrião da casa, encerrou a manhã com um clamor. A atmosfera da igreja mudou e o céu desceu. As mulheres se lançaram aos pés de Jesus clamando por uma transformação, por um milagre e em seguida marcharam a caminho das promessas de Deus para suas vidas.

 

O Apóstolo também explicou sobre os sete derramamentos do sangue de Jesus:

 

1- Sangue do suor de Jesus – Fidelidade (Lucas 22.40-44).

2- Sangue das costas – Cura Física (João 19.1).

3- Sangue da cabeça de Jesus nos trás Conquistas (Gn. 3.16-18; Mc 15.17).

4- Sangue do rosto de Jesus trás cura interior (Isaías 50.4-7).

5- Sangue das mãos de Jesus nos faz produtivos em tudo (Salmo 22.16; Deut 28:8,12).

6- Sangue dos pés de Jesus nos coloca no propósito (Efésios 3.10-12).

7- Última gota de sangue do coração de Jesus nos leva a uma vida de consagração (João 19.31-37).

 

Na parte da tarde, a pastora Mara Bolzan, da Igreja Porta da Paz, em São Paulo falou sobre a importância de viver uma vida segundo os planos de Deus. Deus executou o plano perfeito para seus filhos no qual a base é relacionamento com Ele, em seguida o casal no matrimônio e depois os filhos. “Precisamos vivenciar o que Deus tem pra nós com coragem e fé para viver a palavra”.

 

A família é o plano perfeito de Deus e como mulher Ele nos formou com um propósito lindo, um lugar de honra ao lado do seu marido.

 

A Dra. Ilma Cunha voltou para ministrar novamente as mulheres, dessa vez falando sobre o poder de Deus em restaurar as identidades.

 

Jeremias 17 -  14. “Cura-me, ó Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo; pois tu és o meu louvor”.

 

“Nós mulheres fomos curadas para curar. A igreja é um hospital com centro cirúrgico e UTI, onde as pessoas chegam para serem curadas, mas precisam encontrar servas dispostas a consolar. E assim, curada, ela ajudará outras”.

 

É um desafio ser instrumento de cura para outras pessoas porque estamos em um mundo muito agitado e às vezes precisamos aquietar a alma. A preletora revelou que as pessoas se acostumam com as dores da alma e buscam esconder ou tapear a dor com o trabalho, diversão ou relacionamento conturbados. Mas só quem pode realmente curar essa dor é Deus e Ele não cura superficialmente.

 

Ela ainda alertou as mulheres a se manterem firmes no propósito. “Quem tem uma identidade firmada não aceita proposta indecente, mas atitudes  impulsivas levam pessoas para o deserto”.  A partir do momento que se quebra os princípios, você se colocar em desproteção. Obedecer os princípios te mantém protegida.

 

Mais uma vez a equipe da COMArtes abrilhantou a igreja com uma apresentação impactante sobre os sete derramamentos do sangue, o tema do Congresso esse ano. Após a apresentação, a Apóstola Niara pediu para as mulheres darem as mãos para juntas intercederem pela Florida, onde está previsto a passagem do furacão Irma. Unidas, as mulheres oraram pela misericórdia e graça de Deus.

 

Para encerrar a noite do sábado, a pastora do Texas, Davi Titus subiu ao altar. Ela honrou mais uma vez a Ap. Niara pelo convite e declarou se sentir lisonjeada por estar participando do Congresso juntamente com outras pastoras tão honradas e grandes mulheres de Deus.

 

A ministração da noite foi sobre a aproximação da volta de Jesus para sua noiva. Davi falou sinais que mostram que o fim dos tempos estão próximos:

 

 

Jesus está voltando e você precisa escolher o caminho certo. Jesus é como um Pai, se você escolhe o caminho errado ele por amor disciplinará você. Mas mesmo que você faça escolhas erradas, Ele nunca deixará ou desistirá de você.

 

A pastora ensinou que o amor e o temor  de Deus são inseparáveis. O temor a Deus é o princípio da sabedoria e o que te faz ficar sensível a voz do Senhor.

 

“A partir do sangue de Jesus na cruz, satanás não tem mais poder sobre sua vida”.