HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Pré Congresso de Mulheres 2016

Pré Congresso de Mulheres 2016

As mulheres da Primeira Igreja Batista do Brasil já estão na contagem regressiva para o 11 º Congresso de Mulheres – Favorecidas. Na noite da última quarta-feira (14), a Apóstola Niara e a Pastora Tânia Tereza, fizeram uma amostra impactante do que estar por vir nos próximos dias.

O culto começou com a Pastora Elaine Pereira liberando uma palavra de vitória sobre a vida das mulheres. Durante o louvor as servas de Deus entoaram em coral algumas músicas como “Em ti valente sou”, ” E se Deus é por nós” e ” Espírito Santo”.

Dando início à pregação da noite, a Pastora Tânia Tereza ensinou sobre a mulher que ungiu os pés de Jesus. “E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que Ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com unguento; E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o unguento. Lucas 7:37,38

Essa mulher expressou um ato de adoração ao quebrar o seu vaso e derrama-lo sobre os pés Jesus. No entanto, essa demonstração de fé e amor escandalizou o fariseu que o havia convidado a ponto dele duvidar do próprio Jesus dizendo: “Se este fora profeta saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, porque é pecadora” (Lc 7:39b).

Às vezes somos assim como esse fariseu. Agimos de acordo com nossa visão limitada, centralizando apenas a nossa maneira de adoração como única e fechamos os olhos para as demais que ultrapassam de alguma forma nosso conceito. “Jesus não tinha problemas com demônios, mas tinha muitos problemas com fariseus (religiosos)”, afirmou a pastora. A religiosidade nos impede de ver o amor de Deus. Jesus vê além, vê com olhos de amor, misericórdia e graça, vê o coração, vê diferente dos homens.

A preletora fez uma analogia sobre as transmissões de sinais de TV. “Os sinais sempre são transmitidos, porém o que muda é a recepção. Os fariseus só tinham antenas ruins, com “bombril”, mas Jesus tinha um receptor digital. É melhor ser uma prostituta arrependida, do que um fariseu de nariz empinado”, declarou a pastora.

Para ter um relacionamento direto com Deus, precisamos deixar a religiosidade de lado e desenvolver as nossas faculdades espirituais. É o discernimento espiritual que vai nos dar sabedoria para saber a quem nós estamos nos conectando; se às luzes ou às trevas. Pra. Tânia destacou ainda a importância de estudar a palavra, mas de também buscar o Espírito, tetanando entender os mistérios da palavra de Deus.

Em Lucas 15.11, a palavra do filho pródigo é um puxão de orelha nos fariseus. Os fariseus eram como o Filho mais velho que andava com o Pai, conhecia o Pai, mas não tinham intimidade nenhuma com Ele. Eram como seu servo e não como seu filho.

A única atitude que move o favor de Deus sobre nós é o arrependimento.

Após a palavra, muitas vidas aceitaram a Jesus.
Com uma oração de confissão da Apóstola, e depois de mais um backstage a noite terminou.