HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Pastora Helena Tanure ensina sobre a verdadeira essência da mulher no 2° dia de Congresso de Mulheres

Pastora Helena Tanure ensina sobre a verdadeira essência da mulher no 2° dia de Congresso de Mulheres

A segunda noite do Congresso de Mulheres já começou especial. No backstage, uma noiva foi presenteada com o bolo do seu casamento. O louvor deu prosseguimento, e levou o auditório a render-se ao Senhor através de canções como “Eu me rendo” e “Jesus”.

Logo após, a ComArtes prendeu a atenção de todos ao apresentar uma incrível analogia em que cada dançarina representava uma flor. Em meio a uma conversa entre amigas flores, cada uma falava sobre o que o Jardineiro Maior (Jesus) tinha feito em suas vidas. Em seguida, o Apostolo Milton começou sua ministração fazendo um propósito pelas mulheres casadas cujos maridos ainda não são cristãos. Ele ensinou sobre a oração no casamento e a importância das esposas intercederem por seus maridos ao invés de murmurar.

O apostolo compartilhou com as mulheres 6 decretos para oração pelos maridos:

Jeremias 29:11
1 corintos 2:16 e 2 corintos 10:5
Romanos 12:2
Provérbios 3: 5-6
Salmos 90:17
1 Tessalonicenses 5:13
A programação da noite seguiu com a entrada da preletora Helena Tanure que pregou a mensagem em cima da parábola escrita em Mateus 18:23 ” Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos”. Ela questionou o auditório confrontando com uma pergunta: “Será que estamos vivendo de acordo com a graça que recebemos?” “Será que estamos tratando os outros de acordo com o favor que recebemos de Deus?”

Como você tem vivido? Como favorecidas ou como mendigas?

Com a máxima “por uma mulher entrou o pecado, mas por uma mulher entrou o Salvador”, Helena clamou por um resgate à feminilidade, ao verdadeiro plano de Deus para as mulheres. Deus criou a mulher para ser ajustadora, idônea, capaz. Contudo, esse século tem levado as mulheres a perderem sua essência. Hoje se “prega” a igualdade de gêneros, quando na verdade Deus nos fez perfeitamente diferentes, para juntos cumprirmos o propósito dEle. A pastora também convocou as mulheres a irem além das máscaras da religiosidade e viver o evangelho pleno, o evangelho do amor.