HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Vivendo os Princípios do Reino

Vivendo os Princípios do Reino

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2018 – ANO DA INTIMIDADE COM DEUS”

Célula de Multiplicação –  28.10.2018

Tema: Vivendo os Princípios do Reino

Texto:  Mateus 5.1-12

 

INTRODUÇÃO

Você se considera um cidadão do Reino? A sua vida está segundo os princípios desse Reino? No Sermão da Montanha, Jesus descreve as características daqueles que Ele procura para povoar o Reino dos Céus. Jesus apresenta os “bem-aventurados” como sendo: os pobres de espírito, os que choram, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os limpos de coração, os pacificadores, os que sofrem perseguição por causa da justiça e os que são injuriados por causa dEle. Por mais que pareça um paradoxo, as bem-aventuranças, que contém os valores eternos do Reino dos Céus, contrapõem-se aos valores do mundo, que são temporários. Cada bem-aventurança traz uma benção de Deus para aqueles que querem viver como cidadãos do Reino.

1.  NECESSÁRIO É NASCER DE NOVO

O Reino dos Céus é um governo estabelecido por Deus, tendo, como Rei, Jesus Cristo. Você pode se tornar um cidadão (ã) do Reino entregando a sua vontade à vontade do Rei, e buscando viver os Seus princípios. Jesus disse: “nem todo aquele que diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus”(Mt 7.21). O cidadão do Reino é uma pessoa nascida da água e do Espírito (Jo 3:5), isto é: “sendo de novo gerado, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela Palavra de Deus, viva e que permanece para sempre” (1Pe 1.23). Entendemos então que a porta para entrarmos no Reino de Deus é nascer de novo, isto é, ser gerado pela Palavra de Deus, tornando-se uma nova criatura.

2.   TORNE-SE UM CIDADÃO DO REINO

O homem se torna um cidadão do Reino à medida que ele confessa os seus pecados e, arrependido, segue os princípios do Rei, crendo que Ele é o único caminho para chegar a Deus, sendo, assim, transportado da escuridão para o reino da luz. “Ele nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o Reino do Filho do seu amor, em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber: a remissão dos pecados” (Cl 1.13-14). Como cidadãos do Reino de Deus, os nossos valores mudam. Não mais vemos o mundo como o homem do mundo vê, pois agora pertencemos a um reino espiritual e não físico. Estamos no mundo, mas não pertencemos mais a ele (Jo 17.14). Agora somos, embora vivendo no mundo, cidadãos do céu.

CONCLUSÃO

Jesus está no comando do Reino dos Céus.  Satanás não pode implantar a desordem nem o caos. Ele não tem poder sobre quem está vivendo no Reino de Deus. Quem tudo controla é Jesus porque o governo está sobre os Seus ombros. Nada pode atingir a mente dos que são protegidos pelo Rei e o servem de todo coração. Viver o Reino de Deus é ter a garantia de proteção, paz e esperança de um futuro bem-aventurado.