HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Santidade ao Senhor

Santidade ao Senhor

CASA DE ORAÇÃO MUNDIAL
“2016 – Ano da Graça Abundante”
Célula de Multiplicação – 18.12.2016
Tema: “SANTIDADE AO SENHOR”
Texto:  1 Tessalonissenses 5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

INTRODUÇÃO

Em todos os seguimentos da nossa vida, necessitamos do auxílio do Senhor. Ninguém é independente em sua própria existência, pois somos dependentes de Deus até para respirarmos (At 17.25). Precisamos sempre ter forças e determinação para vencermos as tentações, a fim de não perdermos a nossa santidade, que muito agrada o nosso Deus e, sem a qual, não o veremos (Hb 12.14).

SANTIDADE: O CAMINHO PARA DEUS

A Palavra de Deus muito nos alerta sobre santidade e sabemos que, como cristãos, filhos de Deus e conhecedores da Sua Palavra, a santidade deve ser um ponto vital na vida daquele que segue e serve a Cristo. Aquele que não obedece os princípios da Palavra de Deus, e vive em pecado, entristecendo o coração do seu Criador, não verá o Senhor: “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12:14).

A santidade é um mandamento que, muitas vezes, é esquecido, pois alguns parecem ignorar a ordem do Senhor que diz: “sede santos porque eu sou santo” (Lv 11.44; 1Pe 1.16).

SANTIDADE: O CAMINHO PARA A SALVAÇÃO

Somente aqueles que vivem junto ao Senhor, alcançam a santidade.  Alguns tentam ser santos fazendo coisas boas, na tentativa de encobrir as ruins ou compensar, com isso, os seus pecados. Entretanto, não são os nossos bons atos que nos levam à salvação em Cristo Jesus. Eles, contudo, evidenciam a nossa vida com Cristo.  Só há uma forma de buscarmos a santidade e, consequentemente, alcançarmos a salvação eterna: reconhecendo e confessando os nossos pecados, nos arrependendo e deixando a prática dos atos pecaminosos. Quando decidimos estar na presença do Senhor, as velhas práticas são abandonadas, e então nos tornamos novas criaturas, nascidas de novo, para vivermos uma nova vida de santificação junto ao nosso Deus (2Co 5.17).

CONCLUSÃO

Satanás tem usado todas as suas armas para levar o homem a pecar e se distanciar de Deus. O que precisamos fazer é nos sujeitar a Deus, fortalecendo-nos na Sua Palavra, e resistindo ao diabo com as suas tentações e, assim, ele fugirá de nós (Tg 4.7).