HOME / COM a Gente / Estudo das Células / O Poder Da Esperança

O Poder Da Esperança

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2017 – ANO DO AMOR”

Célula de Multiplicação – 17.09.2017

Tema: “O Poder Da Esperança”

Texto:   Hb. 11:7-16

INTRODUÇÃO

O texto de Hebreus nos traz a galeria dos heróis da fé, composta de homens que se despontaram como referenciais para nós. Eles viveram na terra, receberam as promessas de Deus, creram nelas, viram-nas de longe, mas não as alcançaram nesse tempo. O que mais nos impressiona é que mesmo não alcançando as promessas aqui, eles não esmoreceram na fé, nem blasfemaram do Senhor que lhes deu tais promessas. O Senhor nos chama para sermos uma geração que não busca o imediatismo que norteia muitas das promessas humanas.

1.      BUSCANDO ALCANÇAR AS PROMESSAS

2.      O CARÁTER DAQUELE QUE ESPERA

- Um caráter moldado na esperança

O autor diz que aqueles que morreram, neste tempo, na esperança, mesmo não alcançando as promessas, exaltaram ao Senhor, deixaram um testemunho digno do qual Deus não se envergonhou de se chamar Deus deles (vs.16).

- Aguardando o cumprimento das promessas

Não temos nelas a plenitude da nossa alegria,           mas buscamos algo melhor e maior. As promessas são importantes, mas totalmente precioso é o Senhor da Promessa. As bênçãos que aguardamos são tremendas, mas imprescindível é ter o abençoador. Enquanto vivemos e aguardamos por tudo que o Senhor tem falado, cresçamos na comunhão, na dependência, e descubramos que as promessas são importantes para essa vida aqui. Mas nosso Amado Senhor é preciso para toda a nossa existência tanto terrena, quanto eterna. O que é mais importante para Deus não é nós alcançarmos todas as promessas ou não, mas que nós o amemos e que creiamos n’Ele acima de qualquer coisa ou circunstância, que desejemos estar com Ele todos os dias, que esperemos  por Ele todos os dias. Fazendo assim proclamaremos a verdade, alcançaremos um testemunho de fé inabalável, não viveremos movidos pelas circunstâncias e agradaremos tremendamente o coração do Pai.

CONCLUSÃO

Fazemos parte de uma visão que é a estratégia de Deus para ganharmos vidas. Por isso, precisamos ser fiéis nessa conquista entrando em aliança com Deus e tendo compaixão das vidas perdidas. Quem não ama não se importa com as pessoas pelas quais Jesus morreu. Esterilidade é maldição, mas no amor se faz discípulos. Ame a visão de Deus e você vai viver os princípios que demonstrarão sua fidelidade. O poder de uma aliança está no caráter fiel de quem a faz.