HOME / COM a Gente / Estudo das Células / O Arrependimento é Um Presente De Deus

O Arrependimento é Um Presente De Deus

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2019 – ANO DO DERRAMAR DO ESPÍRITO”

Célula de Multiplicação –  06.10.2019

Tema: Arrependimento é Um Presente De Deus

Texto:   ATOS 3:19

 

INTRODUÇÃO

Muitas pessoas pensam que a palavra arrependimento significa “andar na linha” ou “tomar vergonha”. Arrependimento é um sentimento que o Espírito Santo coloca em nós quando Ele consegue nos convencer do “pecado, da justiça e do juízo” (João 16:8), nos levando ao arrependimento dos nossos pecados e nos mostrando como viver os princípios de Deus contidos na Sua Palavra. Assim, a tristeza se transformada em alegria “Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende, mas a tristeza do mundo produz morte” (2Co 7.10).

 

1.  REMORSO NÃO É ARREPENDIMENTO

Arrependimento é abrir o coração para receber de Deus esse presente. É o escape que Deus nos dá para que os nossos pecados sejam perdoados e assim retornarmos para Ele.  Arrependimento é um presente de Deus que nos é dado pelo Seu amor e misericórdia (Rm 2:4). Se decidirmos não aceitar esse presente do Pai, o resultado será uma vida fora da Sua Presença. Há uma grande diferença entre arrependimento e remorso. No remorso a pessoa fica triste, abatida, mas pode repetir o mesmo erro. Enquanto arrependimento leva a uma mudança de rumo, de pensamentos e atitudes. Se houver um novo modo de pensar, haverá mudanças de sentimentos. O remorso traz uma profunda tristeza na alma e pode conduzir à morte, mas o arrependimento nos traz de volta à Presença do Pai. Enquanto o remorso nos prende ao passado por erros ou atitudes erradas, o arrependimento nos liberta do passado e nos leva a uma mudança de vida no presente.

2.  ARREPENDIMENTO É UMA DECISÃO

Arrependimento é a decisão de não cair novamente em pecado e chorar sinceramente diante de Deus por ter ferido Seu coração, Com o arrependimento o Espírito Santo se move em nós, nos fazendo enxergar o mal que causamos à santidade de Deus e ao Espírito Santo, pois é Ele que convence o homem do pecado (João 16.8). O arrependimento precisa ser experimentado e vivido, pois os benefícios do perdão divino só virão depois que passarmos pelo genuíno arrependimento.


CONCLUSÃO

“Arrependei-vos!” Essa foi a primeira mensagem de Jesus ao iniciar o Seu ministério na terra (Marcos 1.15). Sem arrependimento, não há transformação de vida. Jesus, através do Seu Evangelho, modifica as crenças e os valores do ser humano. Esse é o ponto de partida para o nosso crescimento espiritual. Deus, por intermédio de Seu Espírito, nos ajuda, mas a decisão de entregar-se a esse processo é nossa. Que do nosso coração brote o verdadeiro arrependimento que nos levará a sermos melhores a cada dia, na presença do nosso Deus e Pai.