HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Jesus Nossa Páscoa

Jesus Nossa Páscoa

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2018 – ANO DA INTIMIDADE COM DEUS”

Célula de Multiplicação –  08.04.2018

Tema: “Jesus Nossa Páscoa”

Texto:   1 Corintios 5:7

INTRODUÇÃO

A palavra “páscoa”, que significa “passagem”, tem sua origem na língua hebraica, uma das línguas originais da Bíblia.

1.  LIBERTOS DA ESCRAVIDÃO

Após quatro séculos de escravidão, Israel se tornou livre do jugo egípcio, na noite em que foi instituída a Páscoa.

Deus colocou Moisés à frente do Seu povo para realizar a grande libertação. Foi um momento de conflito entre Moisés e o Faraó: deixar ou não o povo de Deus sair do Egito. Finalmente aconteceu a libertação. O mesmo Moisés conduziria aquele povo à uma terra de liberdade: a Terra Prometida. Porem houve uma cerimônia que precedeu a libertação propriamente dita, pois Deus tinha o propósito de mostrar ao povo que, sem obediência, fé e derramamento de sangue, não pode haver libertação: “E falou o Senhor a Moisés no deserto de Sinai, no ano segundo da sua saída do Egito, no primeiro mês, dizendo: Celebrem os filhos de Israel a páscoa a seu tempo determinado.” (Nm 9:1-2).

2.   JESUS, O CORDEIRO DE DEUS

A páscoa consistia na morte de um cordeiro, cujo sangue seria colocado nas umbreiras e vergas de todas as portas das casas (Ex 12:7). “Aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós e não haverá entre vós praga de mortandade quando eu ferir a terra do Egito.” (Ex 12:25). Tudo isso simboliza a passagem da morte para vida o que veio concretizar-se através da pessoa de Jesus Cristo, que morreu por nossos pecados e ao terceiro dia ressuscitou nos aproximando de Deus, pois estávamos escravizados e mortos espiritualmente (Ef 2:12-13). Jesus, o Cordeiro de Deus, com sua morte na Cruz do Calvário, proporcionou a vida eterna para todos aqueles que o recebem como Salvador e Senhor. “Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto”. “Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós”, (1Co 5.7).

CONCLUSÃO

Hoje podemos dizer: Jesus nos libertou dos nossos pecados e nos redimiu para sempre. JESUS RESSUCITOU!