Intimidade e Confiança | COM 12
HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Intimidade e Confiança

Intimidade e Confiança

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2018 – ANO DA INTIMIDADE COM DEUS”

Célula de Multiplicação –  22.04.2018

Tema: “Intimidade e Confiança”

Texto:  Provérbios 3:5

INTRODUÇÃO

“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.”

Para estarmos mais perto de Deus e ouvirmos a Sua voz, precisamos criar um relacionamento íntimo com Ele. Isso requer e exige uma vida de santidade, por quanto Deus é santo.

1.  CONFIANDO EM DEUS

Precisamos aprender a confiar totalmente em Deus. Se assim não for, de nada adiantará buscar n’Ele respostas para os nossos problemas.

Mas, assim como Ele confia em nós, devemos também confiar n’Ele, sabendo que Ele é Poderoso para nos  fazer mais que vencedores.

Aquele que vive em intimidade com Deus sabe como é sentir a Sua presença em todo o tempo e, assim, perguntará e ouvirá as respostas que se precisa, pois Ele sempre faz o melhor por nós. Devemos lembrar que não adianta apenas dizer que confiamos em Deus, pois Ele sonda o nosso coração. Se nos entregarmos a Ele de todo coração, estaremos começando um relacionamento com o nosso Pai Celestial. A confiança é um pré-requisito fundamental para quem deseja andar com Ele. A confiança é alcançada e desenvolvida à medida que buscamos conhecê-lo e que permitimos Ele nos conhecer de maneira íntima.

 

2.  CONFIAR TOTALMENTE EM DEUS

O confiar precisa ser no Senhor e só n’Ele, pois só ele é capaz de suprir todas as nossas necessidades, lembrando que bênçãos materiais e espirituais não são o foco principal de Deus para seu povo. O que Ele deseja é que nós venhamos buscar n’Ele toda a provisão, porque Ele sabe que sem Ele sempre nos faltará algo, nos sentiremos vazios, ansiosos e frustrados. Podemos confiar em Deus, porque Ele nos ama de maneira intensa e incondicional.

Quando a Bíblia nos fala de confiança em Deus, ela se refere à fé em Jesus, que é o princípio da nossa confiança. Portanto, não faz sentido não confiar n’Ele.

CONCLUSÃO

Encontramos em Abraão um dos maiores exemplos de confiança e fé que a Bíblia nos relata (Gn 22.1-18). Deus pediu a ele o sacrifício de Isaque, seu único filho e Abraão foi fiel a Deus. O Senhor queria prová-lo, para aprová-lo. Este mesmo teste de confiança e fé que Deus fez com Abraão ele continua fazendo hoje conosco.