HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Desenvolvendo a Amizade com Deus – Parte 2 FINAL

Desenvolvendo a Amizade com Deus – Parte 2 FINAL

CASA DE ORAÇÃO MUNDIAL
“2017 – ANO DO AMOR”
Célula de Multiplicação – 12.02.2017
Tema: “Desenvolvendo a Amizade com Deus – Parte 2 FINAL”
Texto:    João 15:15  Tiago 4:8

INTRODUÇÃO

“Tenho-vos chamado amigos” (João 15:15). “Achegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.” ( Tiago 4.8).

1. EDIFICANDO A AMIZADE COM TRANSPARÊNCIA

Para ser amigo de Deus, você deve ser sincero com ele e dividir seus verdadei­ros sentimentos, e não o que você pensa que deveria sentir ou dizer.

É provável que você precise confessar alguma raiva ou ressenti­mento escondido em relação a Deus em certas áreas de sua vida, nas quais você se sentiu  decepcionado. Até que tenhamos amadurecido o suficiente para compreender que Deus usa todas as coisas para o nosso bem, abrigamos ressentimentos em relação a Deus por causa de nossa aparência, formação, orações não-respondidas, mágoas do passado e outras coisas que, se nós pudessemos, mudaríamos. As pessoas, freqüentemente culpam a Deus por mágoas provocadas por outras pessoas. Isso cria o que William Backus cha­ma de “seus problemas ocultos com Deus”.

A amargura é a maior de todas as barreiras para a amizade com Deus: “Porque eu iria querer ser amigo de Deus, se ele permitiu esta amizade?”. O antídoto, é claro, é atinar que Deus sempre age no seu melhor interesse; mesmo quando é doloroso e você não compreende. Mas, liberar-se de seus ressentimentos de revolta e confessar a Deus seus sentimentos é o primeiro passo para a cura. Do mesmo modo que tantas pessoas na Bíblia fizeram, diga a Deus exatamente como você se sente (Jó 7.17-21).

2.BUSCANDO A HONESTIDADE SINCERA COM DEUS

Para nos instruir na honestidade sincera, Deus nos deu o livro de Sal­mos, um manual de adoração, cheio de discursos descontrolados, delírios, dúvidas, medos, ressentimen­tos e sofrimentos intensos do homem, combinados com ação de graças, louvores e declarações de fé. Todas as emoções possíveis estão catalogadas no livro de Salmos. Quando você lê as confissões emocionadas de Davi e de outros, percebe que é assim que Deus quer que você o adore: sem reter absolutamente nada do que sente. Você pode orar como Davi: Derramo diante dele as minhas queixas e conto-lhe to­dos os meus aborrecimentos. Estou totalmente abatido” (Sl 142.20).

CONCLUSÃO

É animador saber que todos os amigos íntimos de Deus, Moisés, Davi, Abraão, Jó e outros, tiveram acessos de dúvidas. Mas, em vez de mascarar seus receios com frases feitas, eles os expressaram a Deus, de forma sin­cera, aberta e publicamente. Expressar as dúvidas, às vezes, é o primei­ro passo em direção ao próximo nível de intimidade com Deus.

Mensagem gerada do livro “Uma Vida Com Propósito” de rick warren. As expressões em “negrito” foram selecionadas por nós.

A V I S O
QUARTA DE GUERRA – TODAS AS QUARTAS- FEIRAS, ÀS 18:00 – PERÍODO DE ORAÇÃO, NA TENDA.