Criados para a Intimidade | COM 12
HOME / COM a Gente / Estudo das Células / Criados para a Intimidade

Criados para a Intimidade

PRIMEIRA IGREJA BATISTA DO BRASIL

“2018 – ANO DA INTIMIDADE COM DEUS”

Célula de Multiplicação –  01.04.2018

Tema: “Criados para a Intimidade”

Texto:  Salmos 25:14

INTRODUÇÃO

Deus criou cada um de nós com um desejo de intimidade – intimidade com Ele. Devemos, portanto, chegar ao entendimento do que Ele está requerendo de a cada um de nós e o que, também, está a nos oferecer. Devemos chegar a conclusão de que fomos criados para ter comunhão com o nosso Criador. Precisamos d’Ele e Ele deseja ter conosco um relacionamento de Pai com filhos, onde não há barreiras nem segredos, mas amor e total confiança

1.  CHAMADOS À INTIMIDADE

Tão grande foi o desejo de Deus depois de Adão e Eva terem pecado, que Ele trabalhou intensamente para trazer a humanidade de volta a um lugar de comunhão íntima com Ele, tal como fazia habitualmente quando visitava o primeiro casal na viração do dia (Gn 3.8). Ele nos deu o maior Presente que poderíamos receber: alguém que pudesse caminhar conosco no jardim de nossas vidas e nos ajudar em todos os momentos: o Espírito Santo (João 14:16-17). Do meio do Jardim, o Senhor chamou Adão e disse-lhe: “onde estás” (Gn 3:9). Também, hoje, Ele está chamando pelos nossos nomes, esperando ter momentos de intimidade para compartilhar o Seu coração e nos revelar a Sua vontade e planos, bem como ouvir as expressões dos nossos corações. Precisamos buscar, de todo coração e intensamente, uma relação duradoura com nosso Deus.

2.   OBSTÁCULOS A INTIMIDADE

O maior obstáculo à comunhão e intimidade com Deus é a nossa falta de percepção de quem Ele realmente é. Ao conhecermos melhor o nosso Pai Celestial, Ele nos mostrará todas as áreas de nossas vidas que precisam ser transformadas, a fim de que venhamos a ser os filhos que Ele deseja que sejamos. Muitas vezes as circunstâncias e decepções em nossas vidas impedem de nos aproximar mais de Deus. Nenhuma situação, quer seja na família ou na igreja, poderá nos impedir de ter um relacionamento íntimo com nosso Pai. Assim nos diz a Palavra: “Se meu pai e minha mãe me abandonarem, então o Senhor me acolherá.” (Salmos 27:10). Em outras palavras: ainda mesmo que alguém nos abandone, traia ou machuque, o Senhor  está pronto e disposto para nos abraçar. A Sua Palavra nos diz que Ele é a nossa torre forte, o nosso refúgio e o nosso esconderijo (Salmos 46:1).

CONCLUSÃO

Não há nada que não se possa confessar a Deus. Não há nada em nosso coração ou pensamentos que Ele queira que nós tentemos esconder d’Ele. O Senhor não quer que sejamos oprimidos pelo peso de um fardo que não suportamos levar e que Ele almeja carregar (Mateus 11:28-29). Considere isto: Deus nunca fica surpreso com nada que fazemos de errado, pois só Ele tem o poder para nos sondar, conhecer e, assim, pode estar ciente de todos os aspectos de nossas vidas (Hb 4:13).