HOME2 / COM a Gente / Estudos / Devocional / O que está em jogo

O que está em jogo

Porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Romanos 8:02.

Tem sido dito que “A lei sem consequências é apenas um bom conselho.” Em outras palavras, tem de haver algum tipo de penalidade ligada à lei, a fim de que, na verdade, seja uma lei. A Bíblia fala da lei do pecado e da morte, o que reforça o fato de que há consequências reais ligadas ao pecado. Essas consequências são eternas e terríveis:

Porque o salário do pecado é a morte. . . (Romanos 6:23 NTLH)

Se a sua mão o fizer tropeçar, corte-a. É melhor entrar na vida mutilado do que, tendo as duas mãos, ir para o inferno, onde o fogo nunca se apaga, onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga. Marcos 9:43-44.

Eu preciso fazer isto ficar pesado, por um momento, porque Deus quer. Sua Palavra nos ensina que há um lugar literal de tormento e tortura chamado inferno. Originalmente criado para Satanás e seus demônios (Mateus 25:41 ), ele também serve como um lugar de castigo para os pecados da humanidade. As pessoas podem ser condenadas lá quando sua vida terrena termina (Hebreus 9:27), a um ponto em que eles vão enfrentar um fogo eterno que nunca se apaga. Qualquer um que sofreu queimaduras de qualquer grau pode começar a imaginar como deve ser estar nessa condição eterna! A única maneira para as pessoas evitarem o inferno é terem seus pecados cobertos pelo sangue de Jesus, que ocorre à medida que depositam sua fé em Sua obra salvadora na cruz (João 3:16).

A maioria de nós conhece essas verdades, mas quantos de nós compreendemos o verdadeiro horror do inferno e somos movidos à ação por ele? Tem o inferno se tornado teórico para nós, ou estamos convencidos da sua realidade, acreditando que muitos (senão a maioria) das pessoas que conhecemos estão apenas a um passo de estarem lá? Quando avaliamos o que está em jogo para aqueles que não O conhecem, nós vamos querer aproveitar ao máximo nossas oportunidades para levar outros a Cristo, abraçando a nossa responsabilidade como testemunhas de Cristo.

TRADUZIDO PARA O PORTUGUÊS POR: Pastor Harry Urquiza, 10-01-2016.